TOP notícias

Curiosidades: Navio que pegou fogo e naufragou tinha carros de luxo e raridades

Leilão de carros de luxo tem Porsche 911 Carrera com lance inicial de R$ 186 mil

  Leilão de carros de luxo tem Porsche 911 Carrera com lance inicial de R$ 186 mil A Copart do Brasil realiza hoje (26) um leilão de carros de luxo. Cerca de 260 modelos poderão ser arrematados em quatro sessões transmitidas pelo site da empresa, […]Leia mais:

No dia 1° de março deste ano, o navio cargueiro “Felicity Ace” zarpou do porto Emden na Alemanha e tinha como destino os Estados Unidos. Ele transportava 3.965 carros de luxo e, agora, foi constatado que haviam alguns modelos raros, como um Land Rover Santana 1977 e um BMW 750i 2007. Houve um incêndio e a embarcação naufragou no oceano Atlântico, próximo da Ilha de Açores, em Portugal. As informações são da coluna Carros do UOL.

Reprodução © Reprodução Reprodução

A Marinha de Portugal comunicou que o navio perdeu a estabilidade durante uma manobra delicada, no dia 24 de fevereiro. Também ressaltou que a tripulação foi resgatada alguns dias antes do naufrágio.

Designer mostra carros da F1 com layout dos clubes brasileiros

  Designer mostra carros da F1 com layout dos clubes brasileiros É inegável que duas das maiores paixões do brasileiro no esporte são o Futebol e o Automobilismo. Se por um lado os mais diversos clubes do País têm se dividido entre os campeonatos estaduais e partidas eliminatórias da Copa do Brasil e Libertadores, a Fórmula 1 segue em sua bateria de testes visando o início … Continued O post Designer mostra carros da F1 com layout dos clubes brasileiros apareceu primeiro em Racing Online.

Os carros transportados eram principalmente alguns modelos do Grupo Volkswagen, Audis, Porshes, Bentleys e Lamborghinis.

A Lamborghini perdeu 15 unidades do Aventador, 20 Huracáns e 50 Urus, totalizando 85 carros.

Já a marca Audis perdeu no naufrágio 846 carros; a Porsche, 580; e a Volkswagen, 523 automóveis.

A destruição dos veículos de luxo gerou um prejuízo de mais de R$ 700 milhões.

Confira a lista dos veículos:

Audi A5 Convertible – 84

Audi A5 Coupe – 43

Audi A5 Sportback – 147

Audi e-tron – 121

Audi etron GT – 1

Audi Q2 – 1

Audi Q3 – 297


Video: Kombi elétrica volkswagen lança ID.Buzz (Dailymotion)

Audi Q3 Sportback – 144

Audi TT – 7

Audi TT Roadster – 1

Bentley Bentayga – 77

Bentley Continental GT – 38

Bentley Continental GTC – 50

Bentley Flying Spur – 25

Preços dos carros seguem altos, estratégia é vender menos e lucrar mais

  Preços dos carros seguem altos, estratégia é vender menos e lucrar mais IPI menor trouxe reduções insignificantes de 1% a 2% nas tabelas; valor médio de venda passa de R$ 130 mil por veículo O mercado brasileiro de automóveis e comerciais leves ficou estagnado em 2021 e começou 2022 com o pior volume de vendas em 17 anos no primeiro bimestre. Mas nem isso ou a pequena redução de IPI são capazes de trazer os preços para baixo. Sustentados por custos em elevação constante, maior inclusão de tecnologia e pela estratégia dos fabricantes de vender menos por muito mais, focando na produção e lançamentos de modelos cada vez mais caros, os preços dos carros no Brasil seguem nas alturas.

BMW 750i (2007) – 1

Fendt tractors – 12

Ford Mustang (2015) – 1

Honda Prelude (1996) – 1

Kia Soul (2014) – 1

Lamborghini Aventador – 15

Lamborghini Huracana – 20

Lamborghini Urus – 50

Land Rover Santana (1977) – 1

MAN TGM (truck) – 1

Mini Country Man (2019) – 1

Nissan Versa Note (2018) – 1

Porsche 718 Boxster GTS 4.0 – 1

Porsche Cayenne (2015) – 1

Porsche Cayenne, Macan, Panamera – 30

Porsche outros – 558

Seat Ateca – 3

Volkswagen Caddy – 47

Volkswagen Golf – 199

Volkswagen ID.4 – 159

Volkswagen Jetta (2017) – 1

Volkswagen Taigo – 1

Volkswagen Transporter T6 – 116

Opinião: Eletrificado mundo novo (carros elétricos e um verde não tão verde assim…) .
Os carros elétricos já são realidade, e, ao mesmo tempo, ainda são um sonhoMontadoras querem que consumidores amem elétricos, e respondem ao problema da autonomia/recarga com baterias que se carregam em 15, 30 minutos – se houverem carregadores caríssimos, e em número suficiente, para uma frota que políticos europeus, por exemplo, sonham em forçar a chegar a 100% de domínio dos elétricos na frota zero-quilômetro já em 2035.

Ver também