TOP notícias

Brasil: Presidente da Argentina comemora queda de preços da carne

ENFOQUE-Seca força pecuaristas da América do Norte a vender seu futuro

  ENFOQUE-Seca força pecuaristas da América do Norte a vender seu futuro Na quinta-feira (2), uma casa em Manville, New Jersey (EUA), pegou fogo enquanto estava cercada por enchentes após a passagem do furacão Ida.

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, comemorou nesta 2ª feira (6.set.2021) em publicação na sua página no Twitter que os preços dos cortes de carne bovina caíram no país desde que o governo restringiu as exportações.

Alberto Fernández comemorou em publicação na sua página no Twitter que os preços dos cortes de carne bovina caíram no país desde que o governo restringiu as exportações © Reprodução/Instagram Alberto Fernández comemorou em publicação na sua página no Twitter que os preços dos cortes de carne bovina caíram no país desde que o governo restringiu as exportações

A afirmação foi baseada em dados divulgados por Hernán Letcher, diretor do Cepa (Centro de Economia Política Argentina), em publicação na sua página no Twitter. Letcher divulgou dados da entidade que mostram que as cotações da proteína diminuíram 1,4% em agosto, 2º mês de queda consecutivo. Em julho, o recuo foi de 1%. Leia a análise do Cepa.

Fifa 'lamenta' suspensão de Brasil x Argentina e diz que analisará relatórios

  Fifa 'lamenta' suspensão de Brasil x Argentina e diz que analisará relatórios Entidade máxima do futebol diz que fornecerá informações 'no devido tempo' e afirma que confusão 'impediu que torcedores desfrutassem de clássico entre duas grandes nações'+ Tabela das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022

Não é justo que o preço internacional da carne bovina seja o mesmo preço que nossos compatriotas têm que pagar. Cuidar da mesa dos argentinos. Esse é o nosso compromisso”, escreveu Fernández.

Publicação do presidente argentino, Alberto Fernández, em sua página no Twitter comemorando queda de preços da carne depois de restrições às exportações © Reprodução/Twitter Publicação do presidente argentino, Alberto Fernández, em sua página no Twitter comemorando queda de preços da carne depois de restrições às exportações

Restrição das exportações

O governo argentino decidiu que a partir de 20 de maio as exportações de carne bovina estariam suspensas por um mês para garantir a oferta no mercado interno.

Em 20 de junho o governo do país determinou um novo esquema de exportação onde são mantidas algumas limitações necessárias para abastecer o mercado interno a preços razoáveis. Entre elas, que até 50% do volume médio mensal exportado em 2020 pode ser vendido no exterior.

Também foi anunciada proibição temporária da exportação de certos cortes. Até 31 de dezembro, não será possível vender no exterior cortes de carne como fraldinha (vacío), matambre, ancho e assado de tira (parte nobre da costela), que figuram entre mais populares no país vizinho.

Comida, gasolina, conta de luz: por que está tudo tão caro no Brasil? .
Inflação surpreendeu mais uma vez em agosto e veio acima do esperado. Entenda os diferentes fatores que têm se combinado e tirado poder de compra dos brasileiros.Em agosto, mais uma vez, a inflação oficial do país veio acima do esperado. O Índice de Preços ao Consumidor Amplo, o IPCA, medido pelo IBGE, acelerou para 9,68% no acumulado em 12 meses, levando a uma onda de revisões entre os economistas.

Ver também