TOP notícias

Brasil: Bolsonaro diz que Brasil gerou 3 milhões de empregos em 2021

Anderson Di Rizzi debate liberação de armas no país em 'O Segundo Homem'

  Anderson Di Rizzi debate liberação de armas no país em 'O Segundo Homem' PREVISÃO DO TEMPO | Quarta-feira com nuvens e máxima de 27°C na capital paulista

Quer se manter informado, ter acesso a mais de 60 colunistas e reportagens exclusivas?Assine o Estadão aqui!

BRASÍLIA - Antes da divulgação dos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) de dezembro, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o Brasil ultrapassou a marca de 3 milhões de empregos criados em 2021.

"No mês de dezembro, ainda não pegamos esse números, estão para aparecer esses números. Então, até o final de novembro, foram 2,992 milhões de empregos. Dezembro, como é um mês atípico para melhor, nós ultrapassamos sim 3 milhões de empregos durante o ano de 2021", afirmou Bolsonaro em entrevista à rádio Viva FM, do Espírito Santo. No último mês do ano, no entanto, historicamente há mais demissões do que contratações.

Microplásticos: principais poluentes dos oceanos

  Microplásticos: principais poluentes dos oceanos Os microplásticos, como o próprio nome diz, são pequenas partículas de plástico. Esse tipo de material é um dos principais poluentes dos oceanos. Alguns pesquisadores consideram que o tamanho máximo dos microplásticos é de 1 milímetro, enquanto outros adotam a medida de 5 milímetros. O grande problema é que, como mencionado em nossa matéria sobre a grande quantidade de plástico nos oceanos, os microplásticos alteram a composição de certas partes dos oceanos, prejudicando o ecossistema da região e consequentemente a saúde humana.

O resultado do mercado de trabalho formal de 2020 foi revisado e, em vez de geração de vagas, como o governo alardeou durante todo o ano passado, houve fechamento de postos. Entre contratações e demissões no ano passado, foram encerradas ao todo 191.502 vagas.

Em janeiro de 2021, o Ministério da Economia divulgou que as admissões haviam superado as demissões em 142.690 empregos no ano passado.

Revisões em dados do Caged são corriqueiras e podem ocorrer até 12 meses após novas demissões e admissões, mas a magnitude da discrepância revela que de fato um número maior de firmas atrasou o preenchimento das informações sobre demissões no ano passado. De acordo com o Ministério do Trabalho e Previdência, a maioria das declarações enviadas fora do prazo são feitas por pequenas empresas.

5 fatos importantes e tendências que vão marcar a agenda ambiental no Brasil em 2022

  5 fatos importantes e tendências que vão marcar a agenda ambiental no Brasil em 2022 Por WRI Brasil - O ano de 2022 vai colocar o Brasil na rota da transição econômica necessária para cumprir as metas climáticas e manter viável o objetivo de longo prazo de zerar as emissões líquidas até 2050? Ainda há uma janela de oportunidade para o mundo limitar o aquecimento a 1,5°C, mas a falta de ambição dos países até aqui tem tornado esse cenário cada vez mais custoso de alcançar. Cada ano que passa torna o cenário mais urgente e a ciência tem deixado claro que as decisões tomadas nesta década vão definir o equilíbrio climático do planeta.

Para 2022, de acordo com o presidente, o governo vai investir em desburocratização e desregulamentação para combater o desemprego.

Em meio à discussão sobre o futuro da reforma trabalhista, o presidente defendeu a mudança aprovada no governo do ex-presidente Michel Temer. O tema causou ruído entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-governador de São Paulo Geral Alckmin, cotado para uma candidatura a vice-presidente na chapa do petista em outubro. "Mente quem fala que a reforma trabalhista retirou direitos do trabalho", disse Bolsonaro.

Inflação

Bolsonaro afirmou também que a inflação vai diminuir neste ano, após o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) registrar uma alta de 10,06% em 2021. Em entrevista à rádio Viva FM, Bolsonaro disse que os efeitos da pandemia de covid-19 na economia foram menores no Brasil, mas reconheceu a alta dos índices nos preços ao consumidor.

Relembre declarações de Bolsonaro sobre a vacinação

  Relembre declarações de Bolsonaro sobre a vacinação Há pouco mais de 1 ano, presidente afirmou que "menos da metade" da população se vacinariaNa última 4ª feira (12.jan.2022), Bolsonaro disse que as mortes de crianças pela covid-19 no país não justificavam a vacinação, devido aos seus “efeitos colaterais adversos”. Segundo o chefe do Executivo, o efeito da vacina no público infantil é uma “incógnita”.

"Passamos ainda momentos difíceis pós-pandemia no tocante à economia, em especial. Mas o Brasil é o país que menos está nessa questão perante o mundo, apesar de reconhecer a inflação, aumento de muitos preços. Agora, temos que lutar. Vamos continuar lutando contra o desemprego, pode ter certeza que a inflação vai baixar este ano."

Para os economistas do mercado financeiro ouvidos pelo Banco Central, a inflação deve terminar 2022 acima do teto da meta que precisa ser perseguida pelo BC pelo segundo ano consecutivo. Segundo eles, o IPCA deve fechar este ano acima de 5%.

Ao falar sobre os preços dos combustíveis, Bolsonaro vinculou a gestão petista ao endividamento da Petrobras, que, de acordo com ele, está sendo reduzido. "A Petrobras pode, sim, trabalhar, melhorar, investir melhor e ter um produto mais barato nas refinarias, mas agora a gente vai entregar essa Petrobras saneada para quem arrombou no passado voltar a arrombá-la no futuro? Essa decisão está nas mãos da população brasileira", afirmou.

Bolsonaro diz que Putin é 'conservador' a apoiador que perguntou se líder russo é 'gente da gente' .
BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Questionado por um apoiador se o presidente da Rússia, Vladimir Putin, era "gente da gente", o líder brasileiro, Jair Bolsonaro (PL), chamou nesta quinta (27) o mandatário russo de "conservador". Bolsonaro, que visitará a Rússia no final de fevereiro, a convite de Putin, falava com apoiadores no cercadinho do Palácio da Alvorada, em Brasília. O chefe do Executivo brasileiro disse ainda que, na viagem, buscará "melhores entendimentos" e "relações comerciais". "O mundo todo é simpático a gente.

Ver também