TOP notícias

Brasil: StoneX ajusta previsão de safra de soja do Brasil a 145,1 milhões de toneladas; vê recorde para milho

Mato Grosso começa colheita da maior safra de soja da história do Brasil

  Mato Grosso começa colheita da maior safra de soja da história do Brasil Menos de 1% da soja estava colhida em meados de janeiro de 2021, quando a safra atrasou, segundo dados do Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea), panorama que não deve se repetir neste ano []Ainda assim, o início da colheita logo após o Natal representa um avanço de cerca de 20 dias em relação ao ciclo anterior, quando os produtores semearam a soja mais tarde por causa de problemas climáticos.

A safra de soja do Brasil em 2021/2022 deve atingir um recorde de 145,1 milhões de toneladas, estimou nesta quarta-feira (01) a consultoria StoneX, ao ajustar levemente para cima a projeção do mês anterior, de 144,73 milhões de toneladas.

A consultoria citou uma revisão de dados para o Estado de Goiás e destacou que de forma geral o desenvolvimento da safra segue favorável em todo o país © Roberto Samora/Reuters A consultoria citou uma revisão de dados para o Estado de Goiás e destacou que de forma geral o desenvolvimento da safra segue favorável em todo o país

A consultoria citou uma revisão de dados para o Estado de Goiás e destacou que de forma geral o desenvolvimento da safra segue favorável em todo o país.

“As expectativas continuam muito positivas para a safra de soja em andamento, com o plantio estando perto do final”, disse a especialista de inteligência de mercado da StoneX, Ana Luiza Lodi, em nota.

Exportação de trigo do Brasil salta após safra recorde e alta do dólar

  Exportação de trigo do Brasil salta após safra recorde e alta do dólar País também se destaca entre os maiores importadores globais do cereal []Chuvas em momentos importantes para a safra brasileira, contudo, reduziram a qualidade de parte do cereal colhido, ampliando o excedente exportável do produto que não pode ser utilizado localmente para a fabricação de farinha para panificação, mas que encontra demanda no exterior em países da África e da Ásia.

Nos próximos meses, as atenções são direcionadas ao clima, que definirá o potencial produtivo do ciclo.

“Atualmente, o padrão mais seco no Rio Grande do Sul tem gerado receios. Ainda não se pode falar em perdas, uma vez que a safra do Estado é semeada mais tarde, mas essa questão vai ser central, já que a safra gaúcha de soja alterna na segunda posição com a paranaense, atrás somente de Mato Grosso”, destacou.

Além do aumento da produção esperada, não houve ajustes em outras variáveis de oferta e de demanda da safra 2021/22, com a mudança em estoques, para 8,4 milhões de toneladas, sendo resultado das alterações do ciclo anterior.

MILHO

A StoneX também estimou a produção de milho em recorde de 120,1 milhões de toneladas no ciclo 2021/22, considerando as três safras do país.

Safras eleva previsão de colheita de milho do Brasil a recorde

  Safras eleva previsão de colheita de milho do Brasil a recorde Se confirmado, o volume ficará acima da safra de 91,5 milhões de toneladas da temporada anterior, afetada por geadas e seca []Se confirmado, o volume ficará acima da safra de 91,5 milhões de toneladas da temporada anterior, afetada por geadas e seca.

A empresa apontou a produção de milho na segunda safra, a maior do Brasil, em 88,87 milhões de toneladas, ante 87,53 milhões na projeção anterior.

“Como a temporada ainda está em seu início, muitos fatores podem alterar as expectativas. Entre elas, o clima.”

O incremento estimado para a produção da segunda safra é resultado de perspectivas mais positivas para a área em Goiás e Mato Grosso do Sul.

Segundo a consultoria, houve um aumento de 2,8% na projeção para a área goiana, para 1,86 milhão de hectares, resultando em uma elevação de mesmo patamar na produção, para 11,4 milhões de toneladas.

Para o Mato Grosso do Sul, a elevação foi de 11,4%, para 2,25 milhões de hectares, compensando a leve revisão para baixo na produtividade, o que gerou um aumento de 9,4% na produção esperada, para 12,1 milhões de toneladas.

“Apesar das boas expectativas de oferta, o consumo doméstico da safra 2021/22 está calculado em 75,5 milhões de toneladas, levando ao recuo dos estoques finais em comparação com a estimativa divulgada em novembro, para 14,87 milhões”, ressaltou a StoneX.

Ainda de acordo com a consultoria, as exportações do cereal devem alcançar 41 milhões de toneladas na safra atual, ante 18,5 milhões no ciclo anterior, quando a produção da safrinha foi fortemente afetada por problemas climáticos.

Moratória da Soja: estudo confirma sucesso do acordo na redução do desmatamento na Amazônia .
Moratória da Soja é um pacto em vigor desde julho de 2006, realizado pela Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (ABIOVE) e pela Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (ANEC) com a sociedade civil e o governo. O acordo prevê a não comercialização e o não financiamento da soja produzida em áreas que teriam sido desmatadas na Amazônia Legal. A proposta, inicialmente, foi elaborada para durar somente dois anos, mas tem sido renovada anualmente desde então. O objetivo da Moratória da Soja é aliar a preservação do bioma amazônico e o desenvolvimento econômico, por meio de práticas sustentáveis na região amazônica.

Ver também