TOP notícias

Esportes: Corinthians é condenado a indenizar em R$ 700 mil o atacante Luidy, que nunca jogou e teve contrato de 4 anos

Retrospecto recente aponta equilíbrio grande entre Corinthians e São Paulo; últimos 2 jogos acabaram empatados

  Retrospecto recente aponta equilíbrio grande entre Corinthians e São Paulo; últimos 2 jogos acabaram empatados Nos 10 clássicos anteriores entre os rivais, alvinegros ganharam 3 confrontos, tricolores venceram outros 3 e houve 4 igualdades; Timão fez 9 gols e levou 7 do oponente no períodoTABELA

Em um caso no mínimo curioso, e com desfecho inicial ruim para o Corinthians, o clube foi condenado a indenizar o atacante Luidy, ex-jogador do Alvinegro, em R$ 700 mil. A sentença, aplicada em primeira instância pela juíza Lucy Guidolin Brisolla, da 23ª Vara do Trabalho de São Paulo, fixou este valor a ser pago, em condenação contra a qual ainda cabe recurso. A informação foi divulgada inicialmente pelo site Meu Timão, que teve acesso ao processo.

Luidy esteve sob contrato com o Corinthians por quatro temporadas (Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians) © Fornecido por LANCE! Luidy esteve sob contrato com o Corinthians por quatro temporadas (Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians)

TABELA

> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2021 clicando aqui

Corinthians conquista apenas um a cada três pontos em clássicos no ano de 2021

  Corinthians conquista apenas um a cada três pontos em clássicos no ano de 2021 Até aqui, após 11 duelos com rivais nesses dez meses, o Timão teve apenas duas vitórias e soma aproveitamento de 33,3% dos pontos disputados. Resta somente um clássico a fazerTABELA

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA

> Veja até quando vai o contrato de cada jogador do Corinthians

A sentença favorável ao jogador, que nunca defendeu o Corinthians e hoje está no Confiança-SE, ocorreu após o atleta entrar com uma ação trabalhista na qual cobrou quantias devidas de salários, férias e Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). O montante inicial da causa, calculado pelos seus advogados em R$ R$ 724.051,65, também incluiu valores de verbas rescisórias, multas, juros e correções monetárias, além dos honorários advocatícios.

Luidy, hoje com 25 anos, foi contratado junto ao CRB em setembro de 2016. Na época, o então presidente do clube alagoano, Marcos Barbosa, informou que o Alvinegro pagaria R$ 1,2 milhão por 70% dos direitos econômicos do atleta. E também revelou que este valor seria quitado em três parcelas: duas de R$ 200 mil, a serem honradas em outubro e novembro, além de uma última em maio de 2017, de R$ 800 mil, mas esta quantia final é contestada pelo Timão.

Corinthians defenderá série invicta de três anos contra Inter; time perdeu só um dos últimos 11 duelos com rival

  Corinthians defenderá série invicta de três anos contra Inter; time perdeu só um dos últimos 11 duelos com rival Alvinegro acumula invencibilidade de seis jogos diante da equipe gaúcha, que não supera o adversário paulista desde maio de 2018; Timão, porém, ganhou apenas um destes embatesNaquela ocasião, em duelo válido pelo primeiro turno do Brasileirão, o time gaúcho superou os corintianos, de virada, graças a um gol marcado nos acréscimos do tempo normal, aos 46 minutos da etapa final. E isso ocorreu após Guilherme Mantuan falhar feio ao errar um domínio sozinho e deixar a bola sobrar para Rossi balançar as redes para a equipe da casa. Inconsolável pelo vacilo, o ex-lateral do Timão deixou o gramado chorando.

Para completar, o dirigente revelou que inicialmente Luidy receberia um salário mensal de R$ 40 mil, o que realmente ocorreu, e disse que o acordo firmado com o jogador previa um aumento anual da remuneração, chegando a R$ 60 mil ao final do vínculo. E Barbosa informou que o compromisso incluía até a promessa de que o clube paulista presentearia o atleta com um carro.

E, segundo a petição inicial movida na Justiça do Trabalho pelos representantes de Luidy, os salários recebidos pelo atacante no Corinthians foram de valores ainda mais altos do que os "adiantados" pelo ex-presidente do CRB em 2016.

Antes de partida com a Arena 100% liberada, Corinthians volta a pedir à Fiel respeito aos protocolos sanitários

  Antes de partida com a Arena 100% liberada, Corinthians volta a pedir à Fiel respeito aos protocolos sanitários Notificado anteriormente pelo comportamento inadequado dos torcedores, clube orienta público de novo a cumprir medidas de prevenção à Covid-19 no jogo contra a ChapecoenseTABELA

A petição confirmou que o jogador ganhou, de fato, R$ 40 mil mensalmente em 2017, mas apontou que houve aumento de R$ 10 mil na remuneração a cada ano do contrato, encerrado no fim de 2020. Assim, ao final do acordo, que também incluía os recebimentos dos 13º salários nestes quatro anos de vínculo, o valor total a ser pago pelo clube no período seria de R$ 2,8 milhões.

EMPRÉSTIMOS PARA OUTRO CLUBES E NENHUM JOGO PELO TIMÃO

Apesar de tudo que foi acordado pelo Corinthians com o jogador e com o CRB, Luidy nunca defendeu o time paulista. Já no primeiro ano de contrato, ele foi emprestado ao Figueirense até o final daquela temporada. E no início de 2018, o Timão voltou a abrir mão do futebol do atleta ao emprestá-lo ao Ceará, sendo que na mesma temporada ele se transferiu da mesma forma ao São Bento.

Na sequência de sua carreira, Luidy continuou fora dos planos do Corinthians e atuou por empréstimo pelo Londrina em 2019, antes de ser emprestado justamente ao CRB em 2020. Ele então retornou ao time alagoano para disputar a Série B do Brasileiro enquanto ainda vinculado ao Timão, que ao final do ano optou por não renovar o contrato, vencido em 31 de dezembro.

Corinthians não terá Cássio como titular pela primeira vez em quase seis meses; relembre a última

  Corinthians não terá Cássio como titular pela primeira vez em quase seis meses; relembre a última Ao todo, goleiro teve uma sequência de 35 partidas sem desfalcar o Timão e será baixa diante da Chapecoense. Última vez que isso aconteceu foi na fase de grupos do PaulistãoTABELA

Confira como a sentença aplicada ao clube foi descrita pela juíza do caso:

Segunda parcela do 13º salário de 2019, no valor de R$30.000,00;

Diferenças de salários, relativas aos meses de março (R$ 24.965,07), maio (R$

17.500,00), junho (R$ 17.500,00) e julho (R$ 17.500,00), todos do ano de 2020;

Os valores descontados do salário de dezembro de 2019, no importe total de R$ 59.945,07;

Verbas rescisórias: saldo salarial de dezembro de 2020, 13º salário de 2020 e do terço constitucional das férias de 2020;

Multa de 50% sobre o valor das verbas rescisórias;

Multa correspondente a um salário do reclamante;

Indenização equivalente aos depósitos fundiários faltantes; Juros moratórios, correção monetária, descontos fiscais e previdenciários, nos termos da fundamentação;

Custas pelo reclamado, no importe de R$14.000,00, calculadas sobre o valor da

condenação;

O reclamado deve arcar com os honorários do(a) advogado(a) do reclamante.

Ao justificar a sua sentença, de valor fixado em R$ 700 mil, a juíza também informou que "os respectivos valores (não definidos acima) deverão ser apurados em liquidação de sentença por cálculos, observados os limites da fundamentação, parte integrante deste dispositivo".

Sylvinho defende trabalho no Corinthians e diz: 'Quem assinava que buscaríamos vaga na Libertadores?' .
Após derrota por 3 a 0 em Minas, treinador exalta crescimento do time durante período sob seu comando e lembra cenário atual após equipe ser vista como candidata a rebaixamentoTABELA

Ver também