TOP notícias

Mundo: Rússia ameaça multar Facebook por não remover conteúdo 'ilegal'

Mercedes dispara no Mundial de Construtores após o GP da Rússia

  Mercedes dispara no Mundial de Construtores após o GP da Rússia A Mercedes disparou na liderança do Mundial de Construtores de Fórmula 1 após o Grande Prêmio da Rússia. A vitória de Lewis Hamilton na corrida disputada no circuito do Parque Olímpico de Sochi neste domingo (26), aliada ao quinto lugar de Valtteri Bottas, fez o time da estrela de três pontas faturar 35 pontos, chegando … Continued O post Mercedes dispara no Mundial de Construtores após o GP da Rússia apareceu primeiro em Racing Online.

A Rússia ameaçou, nesta terça-feira (5), o Facebook com multas milionárias, depois que a empresa ignorou os pedidos para remover conteúdos considerados "ilegais", em um novo capítulo da tensão entre Moscou e os gigantes da internet.

Logotipos das redes sociais Facebook e Instagram © Lionel BONAVENTURE Logotipos das redes sociais Facebook e Instagram

Em um comunicado, o serviço federal de vigilância das telecomunicações da Rússia, Roskomnadzor, afirmou que o valor das multas poderia variar "entre 5% e 10% da receita" anual da empresa americana na Rússia.

Segundo o jornal econômico russo Vedomosti, o Facebook fatura dezenas de bilhões de rublos por ano na Rússia, o que equivale a centenas de milhões de dólares.

A nova estratégia do Facebook é defender sua imagem, blindar Zuckerberg e pedir menos desculpas

  A nova estratégia do Facebook é defender sua imagem, blindar Zuckerberg e pedir menos desculpas Depois de anos enfrentando crise após crise e desculpando-se publicamente, o Facebook agora parte para a ofensivaQuer se manter informado, ter acesso a mais de 60 colunistas e reportagens exclusivas?Assine o Estadão aqui!

O Roskomnadzor informou que acionou o Facebook na Justiça depois que a empresa se recusou, em várias oportunidades, a eliminar informações "perigosas" publicadas em sua rede e também no Instagram, que pertence ao grupo americano.

Além disso, o órgão estatal detalhou que caberá à Justiça russa determinar o montante exato da multa.

O Facebook já foi condenado a pagar multas na Rússia por diversas violações, segundo a mídia russa, mas estas somas seriam menores se comparadas com as potenciais multas que agora ameaçam a rede social, de acordo com o Roskomnadzor.

A Rússia costuma punir com frequência as grandes empresas digitais, acusadas de não eliminarem conteúdos que fazem apologia às drogas, ao suicídio, ou relacionados com a oposição.

No mês passado, Moscou obrigou Apple e Google a retirarem de suas lojas virtuais na Rússia um aplicativo idealizado pelo opositor russo preso Alexei Navalny, pouco antes das eleições legislativas.

A Rússia nega as acusações de que tem a intenção de elaborar uma rede nacional sob o seu controle, como ocorre na China, mas este é justamente o temor de ONGs, ativistas e opositores.

rco/pop/eg/mb/rpr/mvv

Na Austrália, comentários deixados em páginas do Face podem render processo .
Decisão no país deixa ainda mais confuso o debate global em relação a quem deve ser responsabilizado pelo que é dito nas redes sociais . Voller ainda precisa provar que foi difamado. Mas, em resposta à decisão da Suprema Corte do país de que os meios de comunicação poderiam ser considerados responsáveis pelos comentários postados por outras pessoas, alguns veículos australianos estão reconsiderando quais tipos de conteúdo compartilham no Facebook, possivelmente limitando o engajamento com os leitores.

Ver também