TOP notícias

Mundo: Marcos do Val envia condolências após ataques em Abu Dhabi

Grupo de homens armados mata mais de 140 pessoas na Nigéria, denunciam habitantes

  Grupo de homens armados mata mais de 140 pessoas na Nigéria, denunciam habitantes Quatro moradores do noroeste da Nigéria afirmaram neste sábado (8) à AFP que homens armados, conhecidos localmente como "bandidos", mataram ao menos 140 pessoas em vários ataques esta semana, fato ainda não confirmado pelas autoridades. O centro e o noroeste da Nigéria são há anos bases de gangues criminosas que atacam aldeias, assassinam ou realizam sequestros para pedir resgates. "Enterramos um total de 143 pessoas assassinadas pelos bandidos nesses ataques", disse uma das quatro fontes, Balarabe Alhaji, líder comunitario de uma das cidades afetadas no estado de Zamfara.

O senador Marcos do Val (Podemos-ES) prestou condolências às autoridades dos Emirados Árabes Unidos após o ataque de rebeldes do Iêmen que matou 3 pessoas no Aeroporto Internacional de Abu Dhabi nesta 2ª feira (17.jan.2022). Ele preside o Grupo Parlamentar Brasil-Emirados Árabes Unidos, instalado em novembro de 2021.

Formulário de cadastro

Poder360 todos os dias no seu e-mail
concordo com os termos da LGPD.

As cartas foram endereçadas ao ministro de Relações Exteriores e Cooperação Internacional dos Emirados Árabes Unidos, Abdullah bin Zayed Al Nahyan, e ao príncipe Mohamed bin Zayed Al Nahyan com o mesmo conteúdo.

Biden acusa republicanos de restringir acesso ao voto e diz que 'cansou de ficar quieto'

  Biden acusa republicanos de restringir acesso ao voto e diz que 'cansou de ficar quieto' WASHINGTON, EUA (FOLHAPRESS) - Joe Biden parece ter deixado em 2021 a postura conciliatória que vinha imprimindo a seu mandato, com a busca por diálogo com os republicanos para solucionar conflitos. Mais assertivo, o presidente dos Estados Unidos voltou a falar duro nesta terça-feira (11), com ataques diretos ao antecessor Donald Trump e o alerta de que a oposição estaria colocando a democracia do país em perigo. Biden aproveitou um discurso em Atlanta para fazer uma defesa enfática do acesso ao voto, criticando o Partido Republicano pelo apoio dado a leis estaduais que restringem esse direito.

Nelas, do Val expressa o “firme repúdio a qualquer forma de terrorismo, independentemente da motivação”, e reitera o compromisso da frente parlamentar em “participar nos esforços internacionais de combate a esse flagelo”.

"Gira em R$ 15 milhões"; Pablo toma as rédeas por Athletico e valor astronômico bota camisa 9 a passos de Curitiba

  Pablo está fazendo força para retornar ao Athletico. A informação procede do colega André Hernán, da TV Globo. O centroavante de 28 anos alega não ter mais clima para permanecer no São Paulo, onde tem mais duas temporadas de contrato, e aceita rescindir. Isso significa abrir mão de salários mensais de R$ 700 mil, ou seja, até dezembro de 2023 o jogador teria direito a mais de R$ 15 milhões com o acordo no Morumbi. Pois bem, Pablo abre mão do que está por vir para sair agora do Morumbi rumo a Curitiba, mas exige que os atrasados até aqui sejam quitados pelo clube paulista. A reportagem de Hernán informa que o São Paulo deve cerca de R$ 15 milhões entre acertos de 2020 e 2021.

O senador diz ainda estar à disposição para construir uma “relação mais harmoniosa e fraterna” entre os países.

“Que as bênçãos do Todo-Poderoso recaiam sobre Vossa Alteza, sua família e todos os que estão no governo deste país extraordinário”.

Eis a íntegra (118 KB, em inglês) do documento.

GRUPO PARLAMENTAR

A frente Brasil-Emirados Árabes Unidos foi proposta pelo senador Marcos do Val através do Projeto de Resolução do Senado n° 15/2021.

No documento, o parlamentar cita a “importância dos EAU tanto como consumidor final quanto como distribuidor regional de produtos brasileiros” e afirma que a frente “contribuirá para o aperfeiçoamento das relações bilaterais em prol das respectivas populações”.

Veja aqui a composição do grupo.

Coreia do Norte dispara dois mísseis e EUA condenam série de testes .
Coreia do Norte dispara dois mísseis e EUA condenam série de testesSEUL (Reuters) - A Coreia do Norte disparou o que pareciam ser dois mísseis balísticos nesta quinta-feira, atraindo críticas dos Estados Unidos à sexta rodada de testes de mísseis norte-coreanos neste mês.

Ver também