TOP notícias

Mundo: Bolsonaro chega ao Suriname para discutir acordos de cooperação

5 fatos importantes e tendências que vão marcar a agenda ambiental no Brasil em 2022

  5 fatos importantes e tendências que vão marcar a agenda ambiental no Brasil em 2022 Por WRI Brasil - O ano de 2022 vai colocar o Brasil na rota da transição econômica necessária para cumprir as metas climáticas e manter viável o objetivo de longo prazo de zerar as emissões líquidas até 2050? Ainda há uma janela de oportunidade para o mundo limitar o aquecimento a 1,5°C, mas a falta de ambição dos países até aqui tem tornado esse cenário cada vez mais custoso de alcançar. Cada ano que passa torna o cenário mais urgente e a ciência tem deixado claro que as decisões tomadas nesta década vão definir o equilíbrio climático do planeta.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) chegou nesta 5ª feira (20.jan.2022) a Paramaribo, capital do Suriname, onde fará reuniões diplomáticas. O chefe do Executivo desembarcou por volta de 12h e foi recebido com honrarias militares. O foco da visita oficial é a questão energética e a cooperação em negócios, infraestrutura e petróleo.

Formulário de cadastro
Poder360 todos os dias no seu e-mail
concordo com os termos da LGPD.

Bolsonaro foi recepcionado pelo vice-presidente Ronnie Brunswijk, pelo ministro Albert Ramdin, dos Negócios Estrangeiros, Negócios Internacionais e Cooperação Internacional, e pela ministra Krishnakoemarie Mathoera, da Defesa, além de outros funcionários do governo do Suriname.

China anuncia acordo com Irã e reforça oposição às sanções dos EUA

  China anuncia acordo com Irã e reforça oposição às sanções dos EUA SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Ao mesmo tempo em que reforçou sua oposição às sanções dos EUA contra o Irã, a China anunciou neste sábado (15) a implementação de um acordo estratégico de 25 anos com Teerã, ampliando a cooperação econômica e política entre os dois países. O chanceler chinês, Wang Yi, e seu contraparte iraniano, Hossein Amir-Abdollahian, reuniram-se nesta sexta-feira (14) em Wuxi, no leste da China, segundo comunicado do Ministério das Relações Exteriores de Pequim.

Depois da recepção, o presidente cumprimentou brasileiros moradores do país vizinho que se aglomeraram para vê-lo. Em seguida, Bolsonaro foi ao Palácio Presidencial em Paramaribo, onde foi recebido pelo presidente do Suriname, Chandrikapersad Santokhi.

O chefe do Executivo assinou o livro de visitas e posou para fotos oficiais. Uma declaração conjunta do encontro diplomático deve ser divulgada

As duas autoridades e o presidente da Guiana, Mohamed Irfaan Ali, participam de reunião trilateral nesta tarde. Os dois países vizinhos descobriram recentemente grandes reservas de petróleo e gás natural. Nesta 6ª feira (21.jan), Bolsonaro também fará visita oficial a Guiana.

Acompanham a comitiva brasileira o ministro Carlos França (Relações Exteriores) e o secretário especial de Assuntos Estratégicos, Flávio Rocha.

Bolsonaro baixa MP que autoriza Brasil a retaliar países da OMC e põe Índia e Indonésia na mira .
BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro (PL) editou uma MP (medida provisória) que autoriza o Brasil a suspender concessões e retaliar membros da OMC (Organização Mundial do Comércio) por descumprimento de acordos. A MP foi publicada no DOU (Diário Oficial da União) desta quinta-feira (27). O Brasil ganha munição para retaliar dois parceiros comerciais com os quais tem contenciosos abertos na OMC —a Índia, por disputas no comércio de açúcar, e a Indonésia, na importação de frango. Apesar disso, interlocutores afirmam que as retaliações só serão avaliadas após a recusa desses parceiros em buscar uma solução negociada para as disputas.

Ver também