TOP notícias

Mundo: Procurador descarta processo contra policial acusado de matar homem negro nos EUA

Juventus e Inter querem adiamento da Supercopa por conta de decisão do governo italiano sobre pandemia

  Juventus e Inter querem adiamento da Supercopa por conta de decisão do governo italiano sobre pandemia Autoridades locais diminuíram capacidade de público nos estádios de 75% para 50% , por conta do aumento das taxas da covid-19 no país. © Inter de Milão e Juventus empataram em 1 a 1 (Foto: MARCO BERTORELLO / AFP) Inter de Milão e Juventus empataram em 1 a 1 (Foto: MARCO BERTORELLO / AFP) + João de Deus, auxiliar de Jorge Jesus, teve papel chave na má relação do Mister com o elenco do Benfica No último dia 29 de dezembro, a Itália registrou o maio número de casos de covid-19 desde o início da pandemia (98.142).

O procurador-geral de Minnesota anunciou nesta quarta-feira (6) que não fará acusações contra o policial acusado de ter matado um homem negro durante uma operação em Minneapolis, ao concluir que não havia provas de que o agente infringiu a lei.

Um retrato de Amir Locke em Minneapolis em 22 de fevereiro de 2022 © Kerem Yucel Um retrato de Amir Locke em Minneapolis em 22 de fevereiro de 2022

Amir Locke, de 22 anos, foi assassinado por um policial que executava um mandado de prisão "no knock" (sem bater na porta), emitido durante uma investigação por homicídio.

A família do homem havia denunciado uma "execução", acusando os agentes de não terem "dado nenhuma oportunidade" a seu filho.

Diretor do Internacional descarta a saída de Edenilson: 'Não tem proposta'

  Diretor do Internacional descarta a saída de Edenilson: 'Não tem proposta' Volante tem o seu nome ventilado no mercado da bola, mas o Inter conta com ele para a próxima temporada+ Veja no aplicativo do LANCE! o resultado dos jogos da rodada

"Após um estudo minucioso de todos os elementos disponíveis (...) não há provas suficientes admissíveis para iniciar um processo judicial neste caso", indicou o procurador Keith Ellison, em um comunicado.

Em um vídeo oficial divulgado alguns dias depois do ocorrido, um oficial usa uma chave para entrar na casa e logo depois um grupo de polícias entra gritando. Locke é visto no sofá da sala, se mexendo debaixo de um cobertor com uma arma na mão. Nesse momento se ouvem disparos. O vídeo dura menos de nove segundos.

Outros vídeos gravados pelas câmaras corporais de outros policiais presentes mostraram que a arma "estava apontada na direção do policial" que disparou, apontou o procurador.

Através de seu advogado, Ben Crump, a família disse estar "profundamente decepcionada" com a decisão, declarando que "a morte trágica" de Locke "nunca deveria acontecer". O advogado anunciou um processo civil no caso.

"É uma situação comovente" na qual "um homem jovem morreu" mas "não podemos julgar ninguém porque o público deseja assim", acrescentou o procurador.

Os mandados de prisão "no knock" estão diretamente ligados aos casos de violência policial contra a comunidade negra no país e Minnesota havia restringido seu uso após os protestos contra racismo do verão de 2020.

Após este último caso, o prefeito de Minneapolis, Jacob Frey, anunciou a suspensão imediata desse tipo de ordens na cidade.

str-cyj/led/cjc/dga/ap/mvv

Investigação sobre filho de Joe Biden coleta mais provas .
Hunter Biden é suspeito de violar leis sobre negócios com governos estrangeiros, inclusive com a Burisma, empresa da UcrâniaDesde dezembro de 2020, Hunter é investigado pelo Departamento de Justiça de Delaware, nos EUA, que apura supostas irregularidades fiscais do filho de Biden.

Ver também