TOP notícias

Mundo: Alemanha decreta lockdown parcial para não vacinados e flerta com vacina obrigatória para 2022

Almejando contrato longo, João Pedro entra no radar do Palmeiras

  Almejando contrato longo, João Pedro entra no radar do Palmeiras Atacante do Cagliari está sendo observado pelo Maior Campeão NacionalO clube ainda não avançou com uma proposta oficial, mas já fez um primeiro contato e avalia a viabilidade do negócio. O atacante, por sua vez, já deixou claro que, se sair da Europa, pretende um vínculo de, ao menos, quatro anos.

Na tentativa de conter uma quarta onda epidêmica no país, a Alemanha adotou novas medidas "drásticas" de restrição nesta quinta-feira (2), destinadas em particular a pessoas não vacinadas contra a Covid-19. O governo alemão também estuda a introdução da obrigatoriedade da vacina a partir de fevereiro de 2022, em um contexto de preocupações em torno da nova variante ômicron.

  Alemanha decreta lockdown parcial para não vacinados e flerta com vacina obrigatória para 2022 © Michael Kappeler/AP/SIPA

A chanceler Angela Merkel, seu sucessor Olaf Scholz, e representantes das 16 Länder alemãs concordaram em limitar o acesso dos não vacinados a comércios estritamente essenciais, como lojas de alimentos, farmácias ou padarias.

Diretor do Internacional descarta a saída de Edenilson: 'Não tem proposta'

  Diretor do Internacional descarta a saída de Edenilson: 'Não tem proposta' Volante tem o seu nome ventilado no mercado da bola, mas o Inter conta com ele para a próxima temporada+ Veja no aplicativo do LANCE! o resultado dos jogos da rodada

O governo alemão e seus representantes também chegaram a um acordo para aprovar uma lei que estabelece a obrigação de vacinação em nível nacional. O Conselho Nacional de Ética da Alemanha terá que redigir o projeto de lei, que será debatido e votado pelo Bundestag, o Parlamento alemão, até fevereiro de 2022.

Medidas específicas também serão tomadas nas regiões onde a taxa de incidência ultrapassar 350 novas contaminações por 100 mil pessoas em sete dias, com limite de 50 pessoas para confraternizações em locais fechados, além do fechamento de boates e casas de espetáculos.

Merkel afirma que essas são medidas de “solidariedade nacional”, que visam evitar que novos confinamentos afetem a ainda frágil recuperação da maior economia da zona do euro.

São Paulo rechaça possibilidade de anulação da renovação de Arboleda

  São Paulo rechaça possibilidade de anulação da renovação de Arboleda Departamento jurídico do Tricolor negou chance da renovação do zagueiro equatoriano ser anulado. Representante da Euro Futs alega que tem procuração, diferente de ChamorroEm nota oficial enviada para a reportagem do LANCE!, o São Paulo disse que não tem relação com empresários e agentes, além de rechaçar qualquer possibilidade da anulação do novo contrato do defensor.

"A situação é muito séria", disse Merkel em entrevista coletiva ao lado de Olaf Scholz, que deve ser eleito chanceler na quarta-feira (8) pelo Bundestag. “O número de novas infecções se estabilizou, mas em um nível que ainda é muito alto”, acrescentou a chanceler.

Como o último número atualizado disponível era de 73.000 novas infecções com o coronavírus na Alemanha e 388 mortes atribuídas à Covid-19 em 24 horas no país, as autoridades temem que o sistema hospitalar seja novamente sobrecarregado.

Debate sobre vacinação obrigatória

O debate em torno da vacinação obrigatória ganhou força nas últimas semanas, enquanto a Europa enfrenta uma nova onda epidêmica. A Áustria já anunciou no mês passado que tornará a vacinação contra a Covid-19 obrigatória a partir de fevereiro de 2022.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, disse na quarta-feira (1°) que esta possibilidade deve ser discutida a nível europeu, ainda que este tipo de decisão seja da competência dos estados membros.

“A obrigação da vacina não é a escolha que a França fez”, lembrou na quarta-feira o ministro da Saúde francês, Olivier Véran, durante a visita a um centro de vacinação de Paris.

“Escolhemos exigir o passaporte sanitário, que é um incentivo poderoso” e tem nos permitido ter uma cobertura vacinal muito maior do que os países que atualmente se questionam sobre a conveniência de estabelecer a obrigação de vacinação, explicou o ministro.

Na França, 75,5% da população total foi totalmente imunizada, enquanto a cobertura vacinal é de quase 68% na Alemanha e 64,5% na Áustria, de acordo com dados oficiais.

(Com informações da AFP)

Entenda lockdown e situação de moradores em Xangai .
Cidade chinesa está em confinamento oficial desde 28 de março; 26,3 milhões de pessoas entraram em isolamentoNo domingo (10.abr.2022), o município registrou o número recorde de 25.000 novos casos assintomáticos. Desde o início do atual surto, em razão da variante ômicron, foram detectados mais de 179.000 infectados.

Ver também