TOP notícias

Mundo: Tenista chinesa Peng Shuai está bem, reafirma COI após nova conversa

Jogadores da seleção chinesa devem remover tatuagens ou serão banidos

  Jogadores da seleção chinesa devem remover tatuagens ou serão banidos Administração Geral do Esporte da China afirmou que os atletas da seleção principal e da categoria sub-23 não poderão usar tatuagens e devem servir como 'bons exemplos'- Os atletas da seleção nacional e da seleção sub-23 estão estritamente proibidos de ter novas tatuagens e os que já possuem estão avisados de que deverão removê-las - disse a Administração Geral do Esporte da China.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O COI (Comitê Olímpico Internacional) afirmou nesta quinta-feira (2) que entrou em contato pela segunda vez com Peng Shuai, tenista chinesa que no último mês acusou o ex-vice-premiê Zhang Gaoli de forçá-la a ter relações sexuais.

"Compartilhamos a mesma preocupação de muitas outras pessoas e organizações sobre o bem-estar e a segurança de Peng Shuai. É por isso que, ainda ontem, uma equipe do COI fez outra videochamada com ela. Oferecemos amplo apoio, manteremos contato regular com ela e já combinamos um encontro pessoal em janeiro", declarou o comitê em comunicado.

O paradeiro de Peng Shuai tornou-se uma preocupação internacional por quase três semanas depois que ela publicou uma mensagem nas redes sociais afirmando que Zhang Gaoli a havia agredido sexualmente.

Bia Maia joga Australian Open ao lado de Podoroska

  Bia Maia joga Australian Open ao lado de Podoroska Parceria com argentina, garantiu 2º WTA da brasileiraA lista de inscritas tem apenas uma dupla sul-americana. justamente a de Bia Maia e Podoroska, e tem nas atuais vice-campeãs do torneio, as tchecas Krejcikova e Siniakova favoritas.

Após vários dias sumida, a atleta reapareceu há cerca de dez dias, em Pequim, e fez uma videochamada com o presidente do COI, Thomas Bach.

"Os esforços do COI levaram a uma videoconferência de meia hora com Peng Shuai em 21 de novembro, durante a qual ela explicou sua situação e parecia estar bem e segura, dada a difícil situação em que se encontra. Isso foi reconfirmado na ligação de ontem", afirmou a entidade.

A WTA (Associação do Tênis Feminino), porém, não considerou que o episódio aliviou as preocupações sobre o bem-estar da atleta e anunciou nesta quarta (1º) a suspensão de todos os seus torneios na China.

O presidente da entidade, Steve Simon, afirmou não ver "como posso pedir às nossas atletas para competir lá, quando Peng Shuai não tem permissão para se comunicar livremente e aparentemente foi pressionada a contradizer sua alegação de agressão sexual".

Thiem é confirmado no Rio Open; austríaco voltará a competir no Brasil, onde já foi campeão do evento

  Thiem é confirmado no Rio Open; austríaco voltará a competir no Brasil, onde já foi campeão do evento Nesta sexta-feira (17), o Rio Open anunciou, em suas redes sociais, a participação do austríaco Dominic Thiem na edição de 2022 do torneio. Campeão de 2017 do ATP 500 carioca, o atleta retorna pela sexta vez ao evento. O Rio Open não pôde ser disputado em 2020 em decorrência da pandemia de Covid-19. "Já faz alguns anos que o Rio Open é um dos meus torneios favoritos do calendário. Fui campeão uns anos atrás e adoro o clube e o ambiente do evento. Nessa minha volta da lesão decidi jogar onde realmente me sinto bem e à vontade. Não vejo a hora de jogar nas quadras de saibro do Jockey Club novamente", disse Thiem, em vídeo divulgado nas redes sociais.

"Dada a situação atual, também estou muito preocupado com os riscos que todas as nossas jogadoras e equipes poderiam enfrentar se realizássemos eventos na China em 2022", continuou.

A decisão é um marco nas relações de entidades esportivas com o país que sediará as Olimpíadas de Inverno em fevereiro de 2022 e constitui um mercado importante para o esporte global.

Em 2019, a WTA realizou nove torneios na China. Desde então, todos os campeonatos internacionais de tênis marcados no país acabaram cancelados por causa da pandemia da Covid-19. Há três anos, a entidade havia celebrado a assinatura de um grandioso contrato com a cidade de Shenzhen para sediar o WTA Finals, evento com as melhores tenistas da temporada.

O COI, por sua vez, foi acusado de querer apenas aliviar a pressão diplomática sobre a realização dos Jogos de Pequim, daqui a dois meses.

"O comportamento do COI em relação às alegações de agressão sexual e ao desaparecimento de Peng Shuai é irresponsável e mostra o quão oco é na realidade seu entendimento dos direitos humanos", afirmou Andrea Florence, diretora interina da Sport & Rights Alliance.

O comitê argumentou nesta quinta que trata a questão diretamente com as organizações esportivas chinesas. "Estamos usando uma 'diplomacia silenciosa' que, dadas as circunstâncias e com base na experiência de governos e outras organizações, é apontada como a forma mais promissora de proceder com eficácia em tais questões humanitárias.

COI defende limite de idade e quer impedir novas Rayssas nas Olimpíadas .
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Comitê Olímpico Internacional (COI) recomentou que as federações internacionais incluam limites de idade nos critérios de classificação para os Jogos Olímpicos de Paris apresentados à entidade na semana passada. Após passar por revisão, os primeiros foram publicados nesta terça-feira (5), ainda sem o documento relativo ao skate, mas com imposição de limites em modalidades como o triatlo e o vôlei de praia. Tradicionalmente, cada federação internacional (conhecidas pela sigla IF) têm autonomia para estipular critérios de classificação e de elegibilidade.

Ver também