TOP notícias

Mundo: Tragédia no set: Alec Baldwin nega ter atirado na diretora assassinada

Justiça russa confirma dissolução de ONG de direitos humanos, causando indignação internacional

  Justiça russa confirma dissolução de ONG de direitos humanos, causando indignação internacional A justiça russa determinou nesta quarta-feira (29) a dissolução do Centro de Direitos Humanos da Memorial, um dia depois da decisão da Suprema Corte de proibir a estrutura central da emblemática ONG, o que provocou indignação internacional. O Memorial de Auschwitz disse, no Twitter: "Um poder que tem medo da memória nunca será capaz de atingir a maturidade democrática". Depois de examinar o pedido do Ministério Público, o juiz Mikhail Kazakov ordenou a dissolução do Centro de Direitos Humanos da Memorial, que faz campanha contra os abusos dos direitos na Rússia contemporânea e também registrou a história das vítimas do stalinismo.

O ator americano Alec Baldwin disse que não puxou o gatilho da arma da qual disparou o tiro que feriu fatalmente a diretora de fotografia do filme "Rust" durante um ensaio, segundo uma entrevista divulgada nesta quarta-feira (1).

O ator americano Alec Baldwin afirmou em sua primeira entrevista oficial que não puxou o gatilho durante o ensaio em que a cineasta Halyna Hutchins foi mortalmente ferida © Angela Weiss O ator americano Alec Baldwin afirmou em sua primeira entrevista oficial que não puxou o gatilho durante o ensaio em que a cineasta Halyna Hutchins foi mortalmente ferida

"O gatilho não foi apertado. Eu não apertei o gatilho", disse Baldwin em uma entrevista exclusiva à ABC News, que irá ao ar na quinta à noite.

"Eu nunca apontaria uma arma para alguém e puxaria o gatilho, nunca", enfatizou.

Alec Baldwin terá de entregar seu celular à polícia após tiro fatal em set

  Alec Baldwin terá de entregar seu celular à polícia após tiro fatal em set SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ator Alec Baldwin, 63, terá de entregar à polícia seu aparelho de celular para que uma perícia seja feita em busca de novas evidências. Um mandado assinado por um juiz do Novo México na última quinta (16) ordena que isso aconteça dois meses após o tiro fatal no set de "Rust". Segundo o TMZ, que teve acesso aos documentos judiciais, Alec contou aos investigadores que trocou e-mails com a armeira-chefe Hannah Gutierrez nos quais ela mostrava diferentes estilos de armas e facas para serem usados no filme. Alec diz que pediu uma arma maior.

É a primeira entrevista oficial de Baldwin após a tragédia occorida no Novo México no set de "Rust", o faroeste de baixo orçamento que ele estrelava e produzia.

Halyna Hutchins, a diretora de fotografia do filme, morreu em 21 de outubro após ser baleada durante o ensaio de uma cena.

No dia, o assistente de produção entregou uma arma a Baldwin dizendo que estava "fria", uma gíria do cinema para avisar que uma arma está descarregada. O ator, de 62 anos, praticava a posição da mão, segundo depoimentos coletados e divulgados pela polícia, no momento do disparo.

Em entrevista à ABC, um abatido Baldwin disse não ter ideia do que aconteceu: "alguém colocou uma bala de verdade em um revólver, uma bala que nem deveria estar no local", acrescentou.

Ucrânia nega envolvimento em explosão de depósito russo

  Ucrânia nega envolvimento em explosão de depósito russo Moradores do Bairro XIV de Novembro reclamam de insegurança

Vencedor de três prêmios Emmy, o ator comentou que a tragédia foi a pior coisa que aconteceu em sua vida. "Penso no que eu poderia ter feito", disse.

"[Hutchins] era amada por todos", afirmou Baldwin durante a entrevista. "Ainda acho difícil acreditar [que ela morreu]. Não me parece real."

Dois membros da equipe de "Rust" entraram com processos civis pela tragédia contra Baldwin e outros envolvidos nas filmagens, incluindo Hannah Gutierrez-Reed, que estava encarregada do controle de armas no set.

Gutierrez-Reed, de 24 anos, também declarou não ter ideia do que aconteceu. De qualquer forma, reconheceu que antes da tragédia "não verificou muito" a arma que chegou nas mãos de Baldwin, de acordo com um depoimento divulgado esta semana pela polícia.

A polícia apreendeu mais de 500 balas no set, algumas falsas e outras suspeitas de serem reais.

A munição usada para a produção veio de várias fontes, incluindo Seth Kenney, um fornecedor de armas no estado do Arizona.

Kenney declarou aos investigadores que ele pode ter entregue "munição recarregada" para a produção, um termo que se refere a balas que são montadas a partir de suas partes componentes, em vez de balas reais fabricadas em massa.

pr/llu/ap/ic

Balas reais no set de "Rust" podem ter sido de munição reciclada .
Balas reais no set de "Rust" podem ter sido de munição recicladaOs documentos incluem um mandado de busca para as dependências de um fornecedor local de munições e de objetos de cena.

Ver também