TOP notícias

Mundo: Na Otan, ministro ucraniano cobra mais armas para guerra

Mina terrestre, drone e 'narcotanque': as armas não convencionais usadas por cartéis mexicanos

  Mina terrestre, drone e 'narcotanque': as armas não convencionais usadas por cartéis mexicanos A recente morte de um camponês ao pisar em uma mina terrestre expõe a crescente militarização dos grupos de traficantes de drogas do México.O incidente registrado no município - bastião do Cartel Jalisco Nova Geração (CJNG) e onde nasceu seu líder Nemesio Oseguera Cervantes, o "Mencho" - está longe de ser uma ameaça pontual.

(ANSA) - O ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba, se reuniu com seus homólogos que fazem parte da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) nesta quinta-feira (7) e voltou a cobrar o envio de armas e equipamentos militares para que os soldados se defendam dos ataques da Rússia.

"Minha agenda aqui é muito simples e tem apenas três pontos: armas, armas e armas. Fornecer armas para nós é o melhor jeito de conter e derrotar o exército russo na Ucrânia", disse aos jornalistas.

Kuleba ainda voltou a reforçar que o mundo viu que o seu país "sabe se defender" e que "quantos mais armas chegarem, mais rápido será o fim da guerra". Ao seu lado, o secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, afirmou que a Aliança "admira a coragem de vocês e as suas lideranças".

5 casos de cobras perigosas encontradas em casas e centros urbanos do Brasil

  5 casos de cobras perigosas encontradas em casas e centros urbanos do Brasil Na lista de répteis mais temidos pelas pessoas, as cobras talvez ocupem o primeiro lugar. Agora, imagine dar de cara com uma passeando pelo quintal de casa? No Brasil, onde existem mais de 400 espécies de serpente, essa é uma situação mais frequente do que parece. Para provar que casos desse tipo são comuns nas cidades brasileiras, listamos abaixo cinco episódios em que cobras resolveram visitar algumas casas espalhadas pelo país. – Mulher encontra cobra jararaca dentro de casa e surpreende biólogo pela calma 1 – Sucuri de 5 metros aparece em sítio de São Carlos (SP) © Roanna Azevedo Em São Carlos, no interior de São Paulo, uma sucuri de 5 metros de compriment

"O que vocês fazem a cada dia inspira o mundo inteiro. Os aliados apoiam vocês e estão lhes dando meios de diversos tipos para a sua defesa. Mas, agora é preciso um novo fornecimento de ajuda e estou seguro que os líderes decidirão entregar para a Ucrânia sistemas antiaéreos, antitanques, mas também armas mais pesadas. Essa é uma oportunidade para ouvir a sua análise e entender como apoiar vocês da melhor forma", pontuou.

Por meio de sua conta no Twitter, Kuleba ainda afirmou que viu um "forte senso de unidade entre os aliados e os parceiros em favor da Ucrânia" na reunião em Bruxelas. "E ainda mais importante, uma forte determinação em tomar medidas muito concretas para nos apoiar. Estabeleci prioridades e enfatizei a urgência. O apoio de vários aliados está chegando", escreveu.

(ANSA).

Como a propaganda russa domina as mídias sociais chinesas .
Nas redes chinesas, narrativa pró-Rússia domina discussões sobre guerra na Ucrânia, inflamando sentimento antiocidental e traçando falsos paralelos entre "nazistas ucranianos" e movimento pró-democracia em Hong Kong © Pavlo Gonchar/SOPA Images/ZUMA/picture alliance Oficialmente, a China se diz neutra quanto à invasão russa na Ucrânia. Na prática, a história é bem diferente. Bem que a China tem tentado se posicionar como neutra em meio à invasão russa à Ucrânia. Mas as mensagens dominantes na internet do país retratam uma realidade diferente.

Ver também