TOP notícias

Mundo: Alonso celebra volta ao time titular do Atlético em vitória na Libertadores

Com 13 dias de pré-temporada, Fluminense projeta Carioca com força máxima pensando na Libertadores

  Com 13 dias de pré-temporada, Fluminense projeta Carioca com força máxima pensando na Libertadores Tricolor se reapresenta em 10 de janeiro e só não terá os jovens que estarão na disputa da Copinha; estreia na competição continental é em 22 de fevereiroAlém dos jogadores que seguem no elenco, o Flu já tem mais quatro confirmados para a comissão de Abel: o volante Felipe Melo, o atacante Willian, o lateral-esquerdo Mario Pineida e o zagueiro David Duarte. Cabe ressaltar que o Tricolor terá John Kennedy, Matheus Martins e Wallace, que já integram o profissional, na disputa da Copinha entre os dias 2 e 25 de janeiro.

Capitão na conquista do Triplete Alvinegro em 2021, Junior Alonso comemorou o retorno ao time titular do Atlético. O zagueiro participou dos 90 minutos da vitória por 2 a 0 sobre o Tolima, nessa quarta-feira, em Ibagué-COL, pela primeira rodada do Grupo D da Copa Libertadores da América.

Junior Alonso ocupou posto de titular na zaga pela primeira após retorno ao Atlético © Pedro Souza / Atlético Junior Alonso ocupou posto de titular na zaga pela primeira após retorno ao Atlético

"Estou feliz pelo meu retorno. Jogar a Copa Libertadores é sempre bom para o time e para mim. Conseguimos uma vitória muito importante. Nenhum time brasileiro ainda tinha vencido aqui nesse campo. Estou muito contente pelo desempenho do time", declarou, em entrevista à Galo TV.

Retrospectiva LANCE: veja como foi o ano da defesa do América-MG

  Retrospectiva LANCE: veja como foi o ano da defesa do América-MG O Coelho conseguiu montar um sistema defensivo sólido que ajudou a garantir o time mineiro na Série A de 2022 e conquistar uma vaga na Libertadores do ano que vemLisca, Vagner Mancini e Marquinhos Santos tinham estilos de jogo diferentes, mas em uma coisa eram iguais: ter uma equipe forte na defesa para proteger a meta americana e iniciar a construção de jogadas.

Alonso também garantiu que não teve problemas físicos na partida. "Me senti bem. Fiquei sem jogar por muito tempo, mas a preparação foi boa na seleção e aqui com os meus companheiros. Acho que a reestreia foi muito boa", concluiu.

A escalação de Junior Alonso foi uma das surpresas do técnico Antonio Mohamed na partida contra o Tolima. O paraguaio formou dupla de zaga com Diego Godín, com Nathan Silva ficando no banco. Desde o retorno à Cidade do Galo, o camisa  3 havia participado apenas dos minutos finais da final do Campeonato Mineiro, vencida pelo time alvinegro sobre o Cruzeiro, no sábado passado, no Mineirão.

Antes de voltar ao Atlético, o defensor estava no Krasnodar, da Rússia, mas não chegou a estrear pela equipe. Ele foi vendido pelo próprio alvinegro no início deste ano, por cerca de R$ 45,5 milhões (8 milhões de dólares).

O retorno de Alonso ao Galo foi possível por conta dos reflexos da invasão russa na Ucrânia, que deu início à guerra e gerou uma série de sanções esportivas à Rússia, incluindo medidas para proteger jogadores estrangeiros de futebol.

Pouco depois do início do conflito, Alonso teve contrato suspenso pelo Krasnodar e ficou livre para buscar um novo clube. O Atlético confirmou a volta do 'xerife' em 14 de março, por empréstimo válido até o fim da temporada.

Meia do Atlético-MG nos anos 1980 exalta o esperado fim de jejum do clube no Brasileirão .
Ao LANCE!, Renato Morungaba diz que conquista da equipe comandada por Cuca foi justa e valoriza o poderio ofensivo da geração que levou o Galo ao bicampeonato brasileiro- Fico feliz e foi merecido pela bela campanha que os jogadores e a comissão técnica fizeram - disse ao LANCE!.

Ver também