TOP notícias

Mundo: Justiça da Turquia suspende julgamento do caso Khashoggi

Fora da Copa, Itália volta a campo após vexame e derrota a Turquia em amistoso

  Fora da Copa, Itália volta a campo após vexame e derrota a Turquia em amistoso Turcos, que também estão fora do Mundial após derrota para Portugal, saíram na frente, mas não seguraram vantagem jogando em casa>>> Veja como estão ficando os potes para o sorteio da Copa do Mundo

A justiça da Turquia suspendeu, nesta 5ª feira (07.abr.2022), o julgamento de 26 sauditas acusados pelo assassinato do colunista do Washigton Post, Jamal Khashoggi, em 2018. As informações são da Reuters.

O processo foi transferido para um tribunal da Arábia Saudita. A decisão foi criticada por grupos de direitos humanos que afirmaram que o caso poderia ser encoberto por autoridades sauditas.

Formulário de cadastro
Poder360 todos os dias no seu e-mail
concordo com os termos da LGPD.

Na Arábia Saudita, 8 cidadãos sauditas foram condenados e 5 foram sentenciados a pena de morte. A punição máxima foi revista em setembro de 2020, e substituída por 20 anos de reclusão.

Com cúpula África-Turquia, Erdogan visa concorrer com a Europa no mercado africano

  Com cúpula África-Turquia, Erdogan visa concorrer com a Europa no mercado africano Istambul acolhe a Terceira Cúpula da parceria África-Turquia até sábado (18). Uma cúpula realizada a convite do Presidente Recep Tayyip Erdogan para consolidar as relações e a cooperação entre a Turquia e o continente africano, amplamente desenvolvidas nos últimos 20 anos. Quarenta funcionários africanos de alto escalão estão atualmente em Istambul para esta 3ª cúpula, que começou na sexta-feira (17). Eles devem discutir o fortalecimento da cooperação nas frentes econômica, de segurança e cultural estabelecida nos últimos anos por Ancara.

Em Istambul, promotores turcos acusaram 20 autoridades sauditas pelo assassinato, incluindo ex-assessores do príncipe Mohammed bin Salman, militares e médicos. Um relatório de inteligência dos EUA, divulgado em 2021, afirma que o príncipe árabe autorizou o assassinato do jornalista. A Arábia Saudita negou a acusação.

  • Polícia francesa prende suspeito de assassinar Jamal Khashoggi, diz rádio

A resolução da justiça turca representa uma mudança no caso, afirma o advogado de defesa Gosper Baspinar. “Tomar a decisão de suspender é ilegal, porque a decisão de absolvição dos réus na Arábia Saudita já foi finalizada”.

Em sua conta no Twitter, a ex-noiva de Khashoggi, Hatice Cengiz, disse que a “luta ainda não acabou”. “Todos sabemos quem é o culpado do assassinato de Jamal e agora é mais importante do que nunca que eu continue”.

Washington renomeará rua em frente à embaixada saudita em homenagem a Khashoggi

  Washington renomeará rua em frente à embaixada saudita em homenagem a Khashoggi O Conselho do Distrito de Columbia votou na terça-feira (7) em favor de renomear como "Jamal Khashoggi Way" a rua de Washington situada em frente à embaixada da Arábia Saudita, em homenagem ao jornalista assassinado por agentes ligados ao governo da monarquia árabe. "Ao designar a rua que está em frente à embaixada real da Arábia Saudita com o nome de Jamal Khashoggi, o distrito está criando um memorial em sua homenagem, que não pode ser escondido nem reprimido", diz um informe do conselho. Khashoggi era crítico da monarquia saudita e foi assassinado no interior do consulado da Arábia Saudita em Istambul, em 2 de outubro de 2018.

Relembre o crime

Em outubro de 2018, o jornalista Jamal Khashoggi, conhecido por suas críticas às autoridades sauditas, foi ao consulado de seu país em Istambul, na Turquia, para obter documentos que lhe permitissem se casar com sua noiva turca.

De acordo com os promotores sauditas, o jornalista foi contido à força  e recebeu injeção de droga, resultando em uma overdose que levou à sua morte. Seu corpo foi então desmembrado e os restos mortais nunca foram encontrados. Esses detalhes foram revelados em transcrições de supostas gravações de áudio obtidas pela inteligência turca.

As autoridades sauditas argumentam que a morte foi provocada por uma “operação desonesta” por parte de uma equipe de agentes enviados para buscar e devolver o jornalista ao seu país de origem.

Khashoggi já foi conselheiro do governo saudita e próximo da família real, mas a relação ficou complicada por causa das críticas e, em 2017, o jornalista se exilou nos EUA, onde continuou escrevendo semanalmente sobre a política de seu país.

O “Pablo Escobar brasileiro” e a rota turca da cocaína para a UE .
Um jato apreendido em Fortaleza com mais de uma tonelada de cocaína mostra papel crescente da Turquia no tráfico globalDe acordo com documentos examinados pela DW, o jatinho começara seu trajeto em Málaga, Espanha, e, depois de passar pela alfândega em Fortaleza, seguiu para Ribeirão Preto, onde pegaria 4 passageiros com destino a Bruxelas, com uma escala em Portugal. Quando foi revistado pela polícia na capital cearense, porém, o único passageiro era um homem chamado Ángel González Valdez.

Ver também